Os termos vintage e retrô confundem muita gente, pois ambos são usados como referência estética de tempos antigos. Eles definem, com precisão, as tendências do passado, mas cada um tem as suas características específicas. Você sabe diferenciá-los? Não? Então, este texto vai te ajudar a saber qual a diferença entre o estilo vintage e o estilo retrô.

Por que nomes diferentes para o mesma tema?

Quando as peças do passado voltam a fazer sucesso, os termos vintage e retrô são utilizados nas revistas e coleções de moda. É o caso da calça boca de sino, sensação dos anos 1970, e do óculos gatinho, que foi muito usado em 1950 e está de volta a muitas lojas. Além de comportamentos marcantes de uma época, como o corte chanel, de 1920.

Mas é preciso diferenciar os itens que são realmente antigos — quase uma raridade — dos novos com referências do passado. Essa separação é importante porque até os lugares onde você vai adquirir essas peças são diferentes.

O que é o estilo vintage?

Pode-se definir o vintage como tudo o que é, de fato, antigo, mas que continua fazendo sucesso. Na moda, são peças com, pelo menos, 20 anos de idade. Geralmente há elementos das décadas de 1920 a 1960: delicadeza, romantismo e charme.

Roupas, sapatos e acessórios vintage têm alto valor, pois foram produzidos em outra época e são originais. Obviamente precisam estar em ótimo estado de conservação para serem utilizados com estilo. Esses itens normalmente são adquiridos em brechós.

Como exemplo, podemos citar aquele vestido que era da sua vó, mas que sua mãe continuou usando e hoje é você quem usa, de forma fashion, sofisticada e sem parecer brega. Ou aquele sapato super bem conservado que sua mãe usou no casamento dela e você deseja usar no seu também.

O que é o estilo retrô?

O retrô é uma referência ao passado. Assemelha-se ao estilo antigo, mas é um produto novo. É uma inspiração do vintage sendo relançada no mercado. O significado da palavra retrô é “para trás”, ou seja, uma releitura, uma retrospectiva do que um dia foi sucesso.

Essas produções, embora estejam fora do estilo predominante da atualidade, são produzidas para valorizar uma época, um comportamento, e também podem conter elementos modernos. Essa mescla é o que chamamos de retrô fashion. Um exemplo disso são as lingeries que são fabricadas inspiradas nos modelos vintage.

Peças retrôs são mais fáceis de serem encontradas e têm garantia de qualidade, pois são novas. A exemplo disso, temos as camisas com as primeiras logos de refrigerantes estampadas, principalmente se combinadas com o jeans modelo anos 1970. Acessórios também aparecem com nova roupagem e podem ajudar a compor o look: bolsas, sapatos e muito mais.

Por que eu devo usar peças desses estilos?

Como na moda as tendências vão e voltam, aproveite peças que já possui ou adquira novas com o estilo que está em alta. Você pode optar por aquela saia de cintura alta que era da sua avó, mas que cabe perfeitamente em você, ou comprar uma nova na modelagem e tecido que tenham melhor caimento em seu corpo.

Deu pra perceber a diferença entre o estilo vintage e o estilo retrô? Em resumo, o vintage é o usado e o retrô é o novo com cara de vintage. Use a criatividade para personalizar seu estilo de acordo com essas opções.

Este texto tirou suas dúvidas sobre dois dos estilos que mais fazem sucesso na moda? Então, compartilhe nas suas redes sociais! Estamos sempre publicando novidades e dicas imperdíveis do mundo fashion nas nossas páginas no Facebook e no Instagram.